Cidades

Prefeitura Municipal de Lagoa do Barro do Piauí e Enel Green Power realizam reunião para tratar sobre a pandemia do COVID-19.

Terça-feira (18), aconteceu a primeira reunião com a empresa Enel Gree Power, gestora do Parque Eólico Lagoa dos Ventos, para tratar sobre a pandemia do COVID-19.
Enel Gree Power apresentou a prefeitura o trabalho que está sendo realizado pela empresa para cumprimento ao Decreto Municipal, bem como para as recomendações das organizações de saúde.

A empresa apresentou a prefeitura os métodos utilizados atualmente no combate ao Coronavirus, ratificou a criação do  Comitê Covid-19, composto por representantes de todas empresas que trabalham no empreendimento, para realizar avaliação diária, analisar triagem realizadas, checar controle de entrada no parque, emitir boletim e informar aos órgãos municipais diagnósticos emitidos pelo profissionais de saúde da empresa.

Após recebimentos informações o comitê municipal tem autonomia, triado pelo plano de contingência avaliará as informações recebidas pela empresa, e tomará as decisões necessárias, inclusive de ajustamento.

Equipe da Secretaria Municipal de Saúde, coordenada pela vigilância sanitária visitou hoje (19/03) o canteiro central, onde constatou que a empresa está cumprindo os protocolos exigidos pelas organizações de saúde no quesito prevenção.

É importante que o cidadão ou colaborador ao perceber qualquer descumprimento do protocolo orientado pelas organizações de saúde, poderá realizar denúncia, com fotografias, áudios e outros meios para o WhatasApp (89)994046206 ou pessoalmente na Secretaria Municipal de Saúde, que terá sua identidade reservada.

No final da tarde de hoje (19/03) o Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavirus (COVID-19),  aprovou a convocação empresa Enel Gree Power para uma nova reunião amanhã (20/03/2020), onde fará o pedido de suspensão das atividades no município pelo período de 15 (quinze) dias de suas atividades, entendendo que a paralisação diminui riscos de contaminação do vírus, considerando que há na obra grande aglomeração de pessoas, bem como presença de profissionais que chegam a todo momento de outros estados e até países que tem casos confirmados de coronavírus.

Diante do quadro apresentado, onde não temos no município casos suspeitos de contaminação, ficamos impossibilitados de agir, de tomar atitudes rigorosas em relação às atuação das empresas que trabalham nas obras do Parque Eólico no município,  pois não temos embasamento legal para determinar a suspensão das atividades. No entanto, estamos analisando juridicamente as nossas prerrogativas como poder publico  municipal, e continuaremos persistindo na suspensão das atividades, disse o prefeito Gilson Nunes.

Fonte: WD Notícias
error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Correio Piauiense estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do Portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Fechar